segunda-feira, 1 de agosto de 2011

Licantropia

   Licantropia é uma doença incurável, de origem psiquiátrica, na qual o paciente se imagina estar transformado em um lobo ou, ainda, em outros animais. O paciente literalmente age como um lobo, inclusive imitando seus grunhidos e no mais grave, passam a comer carne crua e sanguinolenta.
   A licantropia, sendo uma psicose, automaticamente apresenta um alto grau de histerismo, ideias delirantes mudança total da personalidade, e, assim como outras psicoses, é impossível separar a realidade do imaginado.
   Antigamente, sendo as psicoses de difícil tratamento, proliferavam psicóticos esquizofrênicos e outros doentes mentais, como sádicos, necrófilos e psicopatas em geral, os quais ocorriam à licantropia como via de saída para seus delírios ou seus instintos mórbidos.
   Estes doentes se valiam, como ainda hoje, dos personagens da cultura e do folclore para solidificar a crença em poder se transformar em lobo, e que nas noites de lua cheia, seu corpo se cobria de pelo, seus dentes se tornavam pontiagudos e suas unhas cresciam até virarem garras. Possuídos por tais delírios, os doentes vagavam pelas ruas assediando suas vítimas, atacando, mordendo e, em algumas ocasiões, esquartejando e comendo partes do seu corpo.
   

Nenhum comentário:

Postar um comentário