terça-feira, 2 de agosto de 2011

Alguns Animais Ameaçados de Extinção

Cervo do Pantanal:
   Esse animal vive perto da água, deslocando-se bem sobre terrenos pantanosos devido à estrutura de seus cascos.
   É o maior veado da América do Sul. Vive nas regiões pantanosas e ao longo das bordas das florestas do Brasil, Uruguai, Paraguai e Guianas.
   Causas da ameaça de extinção: destruição de habitat, caça, área de distribuição restrita, populações pequenas, em declínio e isoladas. Embora sua carne não sirva para comer, o Cervo do Pantanal é caçado por causa do seu couro e da galhada.


Muriqui:
   Maior primata das Américas, endêmico da Mata Atlântica. A cabeça é redonda e o corpo pesado, os membros são longos e esbeltos; o rabo é mais longo do que o corpo.
   a ameaça de extinção ocorre pela destruição do habitat natural. Ele só é encontrado nos remanescentes da Mata Atlântica do Sudeste do Brasil.


Cachorro vinagre:
    Vive em cerrados e savanas.
   Eles são os menores cães silvestres do Brasil, e, embora sejam canídeos, eles possuem um rabo muito curto e o menor número de dentes da família canidae, apenas 38.
   É a única espécie viva em seu gênero (Speothos). Atualmente a população é calculada em menos de 15 mil indivíduos adultos e provavelmente sofre um declínio de aproximadamente 10% por década como resultado da perda contínua do habitat.


Onça Preta:
   Elas preferem floretas densas ou pântanos com uma provisão pronta de água.
   Pode derrubar uma presa quatro vezes seu próprio peso.
   Seu período de vida é de 18 a 20 anos.
 
   
O que você faria por estes animais? Comente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário