quarta-feira, 1 de junho de 2011

Tromba D'água


  É um tornado que se forma sobre uma superfície líquida, captura umidade e vai andando rumo ao litoral.
   No Brasil, as Trombas D'água são muito comuns. No mundo, elas aparecem com frequência no litoral da Flórida, nos Estados Unidos, onde as condições climáticas favorecem a formação de tornados oceânicos durante o ano todo.
   Em geral, uma Tromba D'água surge a partir de enormes nuvens de tempestade, que podem ter mais de 1 quilômetro de altura e 100 metros de diâmetro. Para que o fenômeno aconteça, correntes de ar quente devem carregar bastante umidade para camadas mais altas da atmosfera.
   Em estações de clima ameno, sobretudo na primavera, as correntes de ar quente e úmido sobem do mar, se chocam com o ar frio e seco das camadas elevadas. Dentro da nuvem, o contato entre as correntes faz surgir uma espiral de ventos. Dependendo da força das correntes, a espiral aumenta de tamanho.
   Quando a intensidade das correntes é grande, o turbilhão de ventos se expande e atinge a superfície do mar, soprando gotículas de água para dentro da espiral. Impulsionado pelas rajadas de baixa atmosfera, o tornado oceânico molhado avança rumo ao continente.
   Os efeitos mais perigosos da Tromba D'água ocorrem quando a espiral se desloca pelo mar. Ventos superiores a 60 Km/h podem surpreender pequenas embarcações, virando canoas e barcos a remo. Mas, como o turbilhão avança a pouco mais de 20 Km/h, navios com motor conseguem desviar facilmente da rota da tempestade.
   Quando chega ao continente, a Tromba D'água entra em contato com as construções do litoral, provocando uma chuva rápida e intensa. A tempestade não costuma causar inundações, porque os pingos caem ao longo de toda a trajetória da espiral, e não em uma única área. Os ventos também não são tão fortes: no máximo, podem derrubar galhos de árvores e destelhar casas. Depois do atrito com a terra firme e com as construções da orla, a maioria das gotículas de água já caiu no continente. Os ventos também perdem forças e a Tromba D'água começa a se dissipar. Todo processo é bem rápido, a maioria dos tornados oceânicos não costuma durar mais que 20 minutos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário