sábado, 11 de junho de 2011

Radiação Nuclear Pode Afetar Sexo de Bebês


   Uma pesquisa sobre a radiação nuclear e seus efeitos descobriu que a exposição à radiação nuclear provoca uma maior taxa de nascimentos de bebês do sexo masculino ou uma diminuição da taxa de nascimentos de bebês do sexo feminino.
   Os pesquisadores analisaram quem vive perto de instalações nucleares, bem como áreas afetadas pela radiação de testes de bomba atômica (antes do tratado de proibição parcial de testes, em 1963 e antes do desastre natural de Chernobyl).
   Eles descobriram que a proporção de nascimentos masculinos é consideravelmente maior do que os nascimentos femininos nessa área.
   Na verdade, eles descobriram que houve um aumento na proporção de nascimentos masculinos nos EUA e na Europa entre 1964 e 1975, o que ocorreu imediatamente após teste de bombas atômicas, antes da proibição de 1963.
   Eles também encontraram uma quantidade elevada de nascimentos masculinos na Europa, em 1987, um ano depois do desastre em Chernobyl. Os EUA não foram afetados pelo desastre nuclear, então não passaram pela mesma mudança na proporção de nascimentos dominantemente masculinos.
   Além disso, o estudo constatou que os que vivem dentro de 35 quilômetros de instalações nucleares na Alemanha e na Suíça, também tem um aumento na taxa de nascimento dos bebês de sexo masculino.
   Os cientistas acreditam que isso é causado pela radiação ionizante da atividade nuclear, que possui características mutagênicas e pode afetar negativamente a reprodução.

Nenhum comentário:

Postar um comentário