sexta-feira, 17 de junho de 2011

Por Que Ficamos Corados?



   É uma ação involuntária do corpo, ou seja, não há como induzí-la. Geralmente ocorre quando ficamos constrangidos, envergonhados ou durante a prática de exercícios físicos.
   Isso ocorre porque o organismo libera adrenalina, hormônio que age como estimulante natural, gerando uma gama de efeitos, entre eles, o da ruborização. A adrenalina, quando acionada, acelera a respiração e o batimento cardíaco, além de dilatar as pupilas, retarda o processo digestivo, de modo que a energia seja redirecionada para os músculos. Esse conjunto de efeitos são os que geram o choque que o indivíduo sente quando constrangido.
   Esse hormônio também faz com que os vasos sanguíneos dilatem com finalidade de favorecer o fluxo de sangue e o transporte de oxigênio, resultando na pele avermelhada.
   Há um sinal do transmissor químico adenilato ciclase que dá o comando às veias da face para permitirem que a adrenalina trabalhe, isto é, fazem com que as veias se dilatem, permitindo o fluxo de mais sangue do que o usual, deixando seu rosto corado.
   Normalmente os vasos sanguíneos superficiais da derme são responsivos à adrenalina, mas as veias não são, como por exemplo, em outras partes do corpo as veias não reagem quando a adrenalina é liberada. Há outras circunstâncias em que as bochechas ficam coradas, como ingerir bebidas acoólicas.
   Existe um método cirúrgico chamado Simptectomia Endotorácica que limita a ruborização da face do indivíduo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário