terça-feira, 7 de junho de 2011

As Diferenças Básicas Entre Vespas e Abelhas:


   É sempre complicado de adivinhar se o inseto que está zumbindo no seu ouvido é uma abelha ou uma vespa. Aqui vão alguns detalhes que vão fazer com que você saiba rapidinho:
•As vespas são geralmente mais agressivas que as abelhas, e é mais provável que elas invadam lugares públicos atrás de comida. As abelhas são mais delicadas: elas querem flores.
•As asas das vespas ficam apontadas para cima, as das abelhas, ficam na horizontal.
•Abelhas tem corpos robustos e peludos, e pernas posteriores achatadas. As vespas são esbeltas e tem uma cintura fina que liga seu tórax ao abdome. Parece suaves e brilhantes e tem pernas esbeltas em forma de cilindro.
•As abelhas são polinizadoras e passam a maior parte de suas vidas indo de flor em flor para recolher e distribuir o pólen. Elas também dão o néctar e pólen às abelhas jovens em desenvolvimento. Seus corpos peludos e suas pernas achatadas são ideais para prender o pólen enquanto o levam de um lugar para o outro. As vespas são predadoras. Embora os insetos adultos possam se alimentar de néctar ou pólen, os jovens comem insetos, artrópodes, moscas e até mesmo lagartas. Seus corpos são mais esbeltos e aerodinâmicos para a caça.
•Os ninhos das abelhas são feitos de células de cera empilhadas umas em cima das outras. A maioria das abelhas melíferas constroi suas próprias colmeias, mas algumas fazem seus ninhos em cavidades de árvores, edifícios ou buracos na terra. O ninho de uma vespa é formado por um ou mais favos feitos de um tipo de pasta que tem consistência de papel. A vespa produz essa pasta a partir de fibras mastigadas e misturadas com saliva. As vespas tendem a construir os ninhos me lugares escondidos, afastados, como tetos ou fendas.
•Tanto as abelhas, quanto as vespas injetam seus venenos através de ferrões presos a seus corpos. As vespas e a maioria das abelhas podem bombear o veneno a pele da pessoa atingida, remover o ferrão e ir embora. O ferrão da abelha melífera, entretanto é farpado e gruda na pele. Quando ela tenta ir embora, o ferrão não se move, ao invés disso, ele é arrancado do corpo do inseto. Com o ferrão está preso a o sistema digestivo da abelha melífera, ela acaba morrendo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário